A palestra na casa espírita

Assim como algumas pessoas vêm à casa espírita para trabalhar como instrumento e outras vêm em busca de cura e melhora para suas aflições, com os espíritos acontece a mesma coisa. As atividades acontecem nos dois planos, material e espiritual ao mesmo tempo. A palestra é um esclarecimento a todos.

Podemos encontrar nossos amigos antigos, bem antigos mesmo, aqueles que estiveram conosco antes de reencarnarmos. É o momento em que podemos e em que temos mais facilidade para alcançarmos um contato mais próximo e isso se dá através dos nossos pensamentos e sentimentos. Por isso, o silêncio se faz necessário, para ouvirmos o que eles têm a nos dizer, pois sabem do que necessitamos. Suas orientações ficam conosco sob a forma de pensamentos, intuição, mas se estamos ocupados com outros assuntos, não podemos ouvi-los. Os desencarnados, necessitados de orientação, se beneficiam com os bons pensamentos e sentimentos. E para os encarnados também se forma uma aura bastante positiva, cria um clima mais propício para alcançarmos a cura que viemos em busca. Por mais necessitados que estejamos, podemos inspirar bons sentimentos e doarmos energias salutares em silêncio, vivenciando com o coração. Nos tornamos doadores também, pois, “é dando que se recebe”.

O silêncio não é só de palavras, é desejavel um silêncio interior, que pode ser iniciado bem antes de virmos para a casa espírita. Um ambiente materialmente muito simples, sem imagens nem objetos de ouro, mas espiritualmente pleno de maravilhas. Se treinarmos nossos corações, enxergaremos com os olhos do espírito e o silêncio acontecerá naturalmente.

Por Márcia (uma assídua freqüentadora do CEPEC)

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: